Mostra “Ruas Incarnadas”: CHÃO QUE ME PARIU

Abrindo a Mostra Ruas Incarnadas. 

De início regressamos ao que havia de mais longe, nossos ancestrais. Como nas culturas tidas como tribais, primitivas ou marginais, foi necessário visitar a essência, fortalecer o fundamento, o tronco. O “Chão que me Pariu” foi o levantamento do mastro, o toque do tambor, o pedido de licença. De lá pegamos força para o que estava por vir. Iniciou-se o ciclo. O caminho da cura. A morte como renascimento. 5 performances deste período serão ativadas na Abertura.
Com Ex-participante convidados e atual grupo CorpoCidade.

1798493_875761539163183_1951851590005597267_n 10420403_875761159163221_8282551150056164634_n 11188185_875750862497584_4325872447529343820_n 11234913_875761522496518_4851170945859195297_n 10389497_875746185831385_5565971311550604108_n 10532774_875755759163761_7168055757288679455_n 10632627_875749302497740_503450746184054710_n 11064792_875761589163178_5084921019644855691_n

Comments are closed.

  • ÚLTIMAS DA REDE REGES NO FACEBOOK

    No recent Facebook posts to show

© 2014 ECOS - Comunicação em Sexualidade. Todos os direitos reservados.