O que fazemos

Políticas e objetivos que orientam a prática da entidade:

As ações dos projetos ECOS têm se norteado pela legislação nacional, pelas resoluções das convenções e conferências internacionais das quais o Brasil é signatário, pela Declaração dos Direitos Humanos da ONU, pelos Fóruns Sociais Mundiais, pelo Estatuto da Criança e do Adolescente e pelas pautas dos movimentos sociais que reivindicam a democratização das relações sociais.


Eixos de ação:

1. Comunicação: Desenvolvimento de estratégias que apóiam mudanças de comportamento relacionadas à sexualidade e saúde reprodutiva, diversidade sexual, uso indevido de drogas e violência de gênero. Inclui a elaboração de material educativo.

2. Estudos e pesquisas: Projetos de pesquisa em sexualidade, direitos sexuais e direitos reprodutivos visando a produção de conhecimento e desenvolvimento de metodologias aplicáveis aos temas tratados pela ECOS.

3. Desenvolvimento de Recursos Humanos: Capacitação e instrumentalização de profissionais para a utilização de metodologias de intervenção junto ao ambiente de trabalho, escolas, serviços de saúde, grupos comunitários e empresas, com vistas à adoção de comportamentos mais seguros e responsáveis em relação ao exercício da sexualidade, da saúde sexual e reprodutiva e da equidade de gênero.

4. Advocacy: Participação na formulação e acompanhamento das propostas de políticas públicas relacionadas às questões dos direitos sexuais e direitos reprodutivos, educação em sexualidade, diversidade sexual, em especial para público de educadores e para os formadores de opinião.

5. Consultorias e Assessorias: Desenvolvimento de projetos e elaboração de programas em educação em sexualidade, relações de gênero, saúde da mulher, juventudes, prevenção às DST e aids, masculinidades e diversidade sexual.


Áreas geográficas de atuação:

ECOS têm atuação nacional e internacional (América Latina e África de língua portuguesa).

© 2014 ECOS - Comunicação em Sexualidade. Todos os direitos reservados.